terça-feira, 10 de setembro de 2013

Fim de leitura no fim do inverno...

Oi, Lindokas... terminei mais uma leitura fofa: " O Morro dos Ventos Uivante" de Emily Bronte.
mais um  livro comprado no sebo


O vocabulário já me fez sorrir na primeira pagina...(lembrando que se trata de uma obra de 1847!) depois a historia começou a me deixar zonza! Isso mesmo! Sabe quando sua cabeça começa a pensar um monte de coisa junto enquanto lê? Hahahahaha. minha cabecinha ferve!!!! Eita livrinho tenso!!!!
O livro fala sobre o amor (ah! o amor!!!!)suas barreiras, obstáculos e limites... sobre o ódio, sofrimento e claro: a morte! Simplesmente uma obra prima da ficção.
Pois bem...não 'e que gostei tanto da prosa que acabei curiosíssima sobre a autora? Imaginem: uma mulher nascida em 1818 escrevendo uma obra como essa?! A primeira coisa que descobri 'e que, como muitas, ela assinava com pseudônimo masculino. Claro!!!! Aff....

Apresento Emily Bronte:

Retrato feito pelo irmão da autora

Emily nasceu em Thornton, Yorkshire, a quinta dos seis filhos de Patrick Brontë, vigário da Igreja da Inglaterra, e Maria Branwell,  irmã de Charlotte Brontë e Anne Brontë, também escritoras. 
Depois da morte de sua mãe, a austera tia Branwell foi morar com eles, e as crianças foram mandadas para um colégio interno em Cowan Bridge, onde sofriam castigos, alimentavam-se mal e não dormiam, devido ao frio. Duas das irmãs de Emily, Maria e Elizabeth, faleceram devido às condições do internato , o pai resolveu levar as crianças, definitivamente, de volta para casa.
Em casa, a nova empregada (Taby) costumava contar-lhes histórias, e anos mais tarde Emily a homenageou como a fiel personagem de Nelly Dean, em "O Morro dos Ventos Uivantes" .
Charlotte foi a primeira a publicar, Jane Eyre, sob o pseudônimo de Currer Bell, atingindo grande sucesso. Quando surgiu “Wuthering Heights (“O Morro dos Ventos Uivantes”), sob o pseudônimo Ellis Bell,  o livro de Emily foi mal compreendido na época, devido ao clima tenso da história. ( Eu disse que ele era tenso!!!) Ela publicou, assim, sua única obra em prosa, O Morro dos Ventos Uivantes, em 1847. Embora tenha recebido críticas na época em que foi lançado, posteriormente o livro foi incluído no cânone dos clássicos da literatura inglesa. Recebeu várias versões oficiais no cinema e inúmeras adaptações. Emily morreu em 19 de dezembro de 1848, com tuberculose, e foi enterrada na igreja de St. Michael and All Angels Cemetery, Haworth, Oeste de YorkshireInglaterra.
Fonte: Wikipedia.


Durante a pesquisa encontrei alguns escritos da autora...ai como eu queria um desses pra mim!!!!!


Então 'e isso...
Meu desejo 'e que um dia, todos possam compartilhar do mesmo prazer que tenho na companhia de um bom e velho livro. AMO!!!!!
Um beijo e um cheiro!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

14 comentários:

  1. Uau... Mas isso sim , é uma leitora super apaixonada por leitura!!! Amei a bibliografia da autora, e o interesse que a leitura causou. Bjs e valeu a dica!!!

    ResponderExcluir
  2. Se inspirei então ganhei o dia!!!!! Bjs e obrigado pela visita, blogueira Karem Bueno!!!!

    ResponderExcluir
  3. Cris, tbm gosta de ler? Nossa, tenho paixão!!!
    Atualmente estou lendo um livro apaixonante da Wendy Lustbader. Repetindo a leitura, na realidade. Sou assim: gostei repito até enjoar - se é que um dia vou enjoar, né?! :-)
    Ele se chama "O que vale a pena"
    Lindo! Realmente vale a pena!
    Pesquisa, lê, depois me onta!
    Ainda não li esse que vc leu. É um clássico, né?
    Está na minha listinha!

    Bjs!!!
    Karin Filgueira - Meu Doce Lar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Karin...sou fascinada por leitura!!! Ja anotei sua sugestão e quero voltar o mais rápido possível ao Sebo!!! Quero voltar cheia de livros!!!!! Um bj no coração de leitora pra leitora!

      Excluir
  4. Que dica boa, ainda não tive a oportunidade de ler, adorei sua resenha, flor <3

    chêrinhos :**

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cris, eu adorei o livro... obrigado pela companhia de sempre! AmO!!!!!Bjs no coracao

      Excluir
  5. Comecei a ver o filme, porém, não o vi até o fim, mas, já disseram que o livro é bem melhor; é sempre assim, os livros, faz agente viajar!
    bjitos...
    Vera.

    ResponderExcluir
  6. Verdade! Sempre gosto mais do livro...muito mais interessante.Preciso assistir o filme agora. Bjs no coração, amiga!

    ResponderExcluir
  7. Legal que eu tbém achei tenso, muitas vezes complicado...vocabulário...sem noção rsrsrs. Mas você deu mais vida ,com esses detalhes.Pra quem gosta de ler...vai fundo bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mãe...precisamos ir no sebo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

      Excluir
  8. Bom dia Cris,
    Vim agradecer a sua visita, seja sempre bem vinda ao Cantinho :)
    Eu já vi o filme "O Morro dos Ventos Uivantes", lindo e intenso!
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Seja bem vinda tbem! E volte sempre, amiga! Bjs no coração!

    ResponderExcluir
  10. Que lindo Cris!!!
    Então...retribuindo a visita e seguindo seu blog lindo de morrer!
    Eu já assisti o filme mas nunca li o livro. Muito bom saber um pouquinho sobre essa autora que se escondeu atrás de um pseudônimo para expressar sua arte. Era assim naqueles tempos!
    Chorei muuuuuuuuuuuuuito no filme mas valeu, inesquecível!
    Bjos linda
    Boa noite linda lua no céu!
    http://criscriacoisas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Adoro chorar em filmes acredita? rsrsrsrs... tbém amei a história dessa moça...que com certeza teria escrito muito mais coisas se não partisse tão nova! Uma pena...mas da pra aprender muito com a sua biografia..tipo: aproveite a vida hoje!!! Bjs no coração, flor!

    ResponderExcluir

Anote aqui sua opinião, ideias e sugestões...
Vou amar ler seu recadinho!